• Apipa

Risco de novas pandemias: mercados de animais vivos reabertos na China

Atualizado: Mai 19

Organizações alertam: as próximas pandemias exterminando milhões de vidas humanas serão inevitáveis, enquanto houver os mercados úmidos da Ásia aniquilando as espécies, fomentando o tráfico de animais selvagens e servindo como laboratório para desenvolver os vírus letais. Assine a PETIÇÃO ONLINE da Animal Equality que pede a extinção dos mercados úmidos do mundo.

PETA mostra mercados de animais vivos reabertos na China e outros da Ásia em plena atividade. Assine a PETIÇÃO ONLINE da Animal Equality para ajudar a BANIR os mercados úmidos do mundo. Participe! (Imagem: PETA)

A organização PETA (People for the Ethical Treatment of Animals - em português: Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais), de proteção aos animais, publicou um vídeo para fazer um alerta em relação aos mercados que vendem animais vivos na Ásia. De acordo com a Organização, esse tipo de comércio já foi reaberto em diversos países, inclusive na China, de onde se acredita ter surgido o novo coronavírus.


Assista ao vídeo / PETA


A PETA afirma que as imagens foram gravadas nas últimas semanas, mostrando os mercados que vendem animais vivos para consumo alimentar, como morcegos, cachorros, gatos, cobras e macacos, entre muitos outros. As imagens foram obtidas na China, Indonésia, Vietnã, Camboja, Filipinas e Tailândia.


Entre os bichos há a civeta, ligada ao surgimento da SARS (síndrome respiratória aguda grave), e morcegos, que podem ter sido os animais de onde o coronavírus fez o 'salto' para os seres humanos. Ainda não há certeza sobre o fato de os morcegos terem originado a pandemia. O pangolim, também apontado como origem, foi descartado em um novo estudo.


Animais vivos e seu manuseio nos mercados - muitos são mortos para serem vendidos na frente do cliente -, nestes ambientes com pouco ou sem nenhum controle de higiene, podem facilitar a transmissão de doenças. Nas imagens, há ainda cenas de animais estressados e um coelho que convulsiona e morre.


"A próxima pandemia com mortes é inevitável enquanto mercados estiverem abertos com animais doentes e estressados. PETA faz um chamado aos governos para que fechem essa 'placa de Petri' para pandemias", diz Ingrid Newkirk, presidente da Organização.


Fim do comércio de animais silvestres pode evitar próxima pandemia


O perigo e a crueldade dos mercados de animais vivos


UMA AMEAÇA IMEDIATA À SAÚDE PÚBLICA: a organização Animal Equality lançou uma campanha e uma petição global pedindo o fechamento imediato de mercados de animais vivos em todo o mundo. Os mercados úmidos, como também são chamados, recebem seu nome em parte devido ao sangue, tripas, escamas, água que enchem o chão das barracas e restos de animais que foram brutalmente mortos para que os clientes possam comer a carne fresca do bicho recém-morto.


Em filmagens exclusivas da Animal Equality em mercados úmidos na China, Vietnã e Índia, animais como veados, guaxinins, crocodilos e cães, entre vários outros, são mostrados vivendo em condições sujas, sofrendo de desidratação, fome e doenças.


Assista ao vídeo / Animal Equality Brasil


Assine a PETIÇÃO ONLINE GLOBAL da Animal Equality


Pandemias: hábitos alimentares predatórios do ser humano

Esses mercados também são uma ameaça à saúde pública e foram a fonte de surtos documentados de doenças no passado, incluindo a SARS. Os pesquisadores também acreditam que a Covid-19 provavelmente se originou de um mercado úmido em Wuhan, na China, famoso pelo comércio de animais selvagens.


A crise da saúde pública que se originou nos mercados de animais vivos, bem como o intenso sofrimento infligido a todas as espécies animais exploradas para abastecer tais mercados, levaram a Animal Equality a pedir que todos os mercados úmidos do mundo sejam banidos (petição online global). Esses mercados não apenas representam um perigo imediato para os seres humanos, mas também são intensamente cruéis e repugnantemente desumanos para os animais.


Assine a PETIÇÃO ONLINE GLOBAL da Animal Equality para ajudar a BANIR os mercados úmidos do mundo (link abaixo)

animalequality.org.br/participe/mercado-de-animais


OMS: governos devem combater venda de animais selvagens


Resgatados: cães internados para tratamento precisam da sua ajuda


Petição: ONG pede fim do comércio global de animais silvestres


Como ajudar a APIPA


Existem diversas formas com as quais o amigo pode participar para contribuir com o trabalho assistencial da APIPA. Um modo bem simples e rápido de ajudar é fazer as doações em dinheiro por meio de transferência/depósito bancário (contas abaixo). O amigo também pode fazer doações (online) por meio do PagSeguro. Lembrando que a nossa associação sobrevive unicamente de doações. Não deixe de oferecer a sua solidariedade em prol do bem-estar dos nossos bichinhos carentes. Ajude-nos!


Pandemia: APIPA sofre com redução de 70% nas DOAÇÕES ao abrigo


Faça a sua doação de ração para cães e gatos:

Ajude! Falta ração para alimentar mais de 300 animais famintos


CONTAS BANCÁRIAS DA APIPA (doações)


CNPJ: 10.216.609/0001-56

  • Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8

  • Caixa Econômica Federal Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0

  • Banco Santander Ag: 4326 / CC: 13000087-4


Abandono de animais aumenta e APIPA pede ajuda em Teresina


AJUDE os animais carentes do abrigo da APIPA


APIPA suspende temporariamente as visitas e adoções de animais, em cautela à pandemia de coronavírus. No entanto, vem lembrar aos amigos que a rotina interna em seu centro de acolhimento continua com seu funcionamento normal, pois não pode parar. Pedimos que continuem ajudando, fazendo as doações.


Ajude! APIPA pede que as doações continuem durante pandemia


Para adotar um amiguinho em Teresina, conheça o abrigo de animais carentes da APIPA


As adoções tinham sido temporariamente suspensas por conta da pandemia. Atendendo a pedidos de amigos, a APIPA já começa a disponibilizar alguns animais para adoção. Confira mais informações em post no Facebook.


Com informações do UOL e Animal Equality Brasil

APIPA® - ASSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE PROTEÇÃO E AMOR AOS ANIMAIS

CNPJ: 10.216.609/0001-56

BANCO DO BRASIL
Ag: 3507-6 / CC: 57615-8

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0

BANCO SANTANDER
Ag: 4326 / CC: 13000087-4

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon

contato.apipa@gmail.com

Rua Trinta e Oito, 1041 - Loteamento Vila Uruguai - Bairro Uruguai (6 quadras após a UNINOVAFAPI)

Teresina, PI - CEP 64073-167

COPYRIGHT © 2018

Site criado pela Pix Marketing Digital

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon